Ruy Menescal Couto

Ruy Menescal Couto convidado a julgar etapa 8

21/10/2021

Ruy Menescal Couto, pratica equitação desde os sete anos de idade. Coronel da reserva do Exército Brasileiro, ao longo da vida praticou e desenvolveu a arte da equitação de maneira bem abrangente.

Fez o curso de Instrutor de Equitação na Escola de Equitação do Exército, único estabelecimento de ensino no Brasil que forma instrutores e monitores de equitação com base na doutrina da escola francesa de Saumur, seguindo um plano de disciplinas que contemplam aulas teóricas e práticas, com duração de um ano e dedicação integral, reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Como atleta praticou, em nível de competição, as disciplinas Salto, Adestramento, Polo e Concurso Completo de Equitação, mas foi ao Salto e à preparação de cavalos que mais se dedicou, tendo obtido muitos resultados expressivos em nível nacional e internacional com destaque para os títulos de Campeão Mundial Militar de Salto (individual / 2006),

Bicampeão Mundial de Salto por Equipes (2006 e 2011), além de integrar as equipes militares que representaram o Brasil em diversos campeonatos Sul-americanos e na Europa.

Como instrutor ministrou aulas práticas e teóricas na “Escuela de Equitaciòn Negro Primero” do Exército Venezuelano (2004-2005) e na Escola de Equitação do exército (BRASIL/2006-2007) onde, posteriormente, o cargo de Comandante e Diretor de Ensino (2008-2009).

Como técnico atuou na função de treinador da equipe brasileira de Pentatlo Moderno em competições nacionais e internacionais com destaque para os Jogos Pan americanos em 2007.

A equitação, mais do que um esporte, é uma arte em constante desenvolvimento que exige de seus praticantes um entendimento de que os objetivos mais complexos só serão alcançados se os seus fundamentos básicos não forem negligenciados.